18 de Abril de 2017 Postado às 09:17hs

Peemedebista aproveitou entrevista ao SBT para destacar o que chamou de 'salto' da economia

Michel Temer (PMDB) negou que tenha se reunido com os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva para negociar um “acordão” com o objetivo de estancar a Operação Lava Jato.

“Eu encontro com frequência o presidente Fernando Henrique. Encontrei o presidente Lula algumas vezes, uma até num momento pesaroso para a vida dele. E encontrarei quantas vezes forem necessárias. Agora, não vou me encontrar para encerrar a Lava Jato”, afirmou Temer nesta segunda-feira, em entrevista ao SBT Brasil, do canal de Silvio Santos. “Isso, data vênia, me perdoe a expressão, é ignorar nosso sistema institucional. Como alguém vai montar um esquema para acabar com aquilo que está sendo processado no Judiciário? Não existe isso.”
Temer disse que pode se reunir com os ex-presidentes para trocar ideias sobre reforma política e, eventualmente, pedir apoio à proposta.Ele também aproveitou a entrevista para ressaltar o que chamou de “salto” na economia, lembrando do crescimento de 1,3% da atividade econômica em fevereiro — divulgado hoje pelo Banco Central — e da desaceleração da inflação. “Nós tínhamos inflação de 10%. Agora, temos de 4,55%, a indicar que teremos menos de 4,5% (centro da meta do Banco Central) até o fim do ano”, afirmou.Ao tratar das mudanças na legislação trabalhista, o presidente comentou que o projeto da terceirização vai gerar empregos. Já sobre a reforma política, disse não se opor à ideia da formação de uma Constituinte para votar o tema. Temer afirmou ainda ser contra a “eliminação traumática” de partidos políticos com cláusula de barreira.

(Com Estadão Conteúdo)

CARREGANDO... Loading
Thurbay
© Blog do Thurbay
Todos os direitos reservados